E se fez a Marina Week 2022

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

Foi um grande desafio, mas também um importante marco para aproximar o oceano da sociedade

Apresentação do Coral da USP durante o talkshow de abertura da edição. Crédito: Tulio Vidal

Em meio às comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente (05/06) e do Dia Mundial do Oceano (08/06) e no alvorecer da Década do Oceano (2021-2030), a Marina Week 2022 foi materializada. Emergindo de uma convergência de sonhos e missões institucionais, o evento foi realizado de 1 a 5 de junho no Memorial da América Latina, em São Paulo, pela Cátedra Unesco para Sustentabilidade do Oceano e pela Scientific American Brasil.

A “semana do mar de São Paulo”, como o evento também é conhecido, foi concebida de forma eclética e inclusiva para possibilitar o encontro de oceanófilos e oceanófilas. Ambientalistas, pesquisadores, estudantes, educadores, gestores públicos, profissionais do mercado, artistas, velejadores, mergulhadores e surfistas uniram-se para refletir sobre questões cruciais para o futuro do oceano. O objetivo foi destacar a relevância que o mar tem na vida das pessoas e a influência que elas têm sobre o oceano, de forma global.

A programação do evento contou com uma grande diversidade de atividades (marinaweek.com.br), tanto para o público presente quanto para a audiência remota, construindo um grande acervo de conteúdo, que ficará disponível para a sociedade no canal da Cátedra no YouTube. Mais de duas mil pessoas visitaram o evento, sendo cerca de 1.500 crianças, e mais de quatro mil acessos remotos foram contabilizados.

Dentre as atividades realizadas destaca-se o espetáculo de abertura. O Som do Mar, que fez um tributo a Dorival Caymmi, contou com a presença de Dori Caymmi (filho de Dorival), a cantora Jussara Silveira, o Coral da USP e muitos convidados. Esse evento, coproduzido pela TV Cultura, deu o tom do que ocorreria ao longo da semana, uma conexão entre conhecimento e arte, inspiração e ação.

A Marina Week contou com três seminários que abordaram temas atuais como Cultura Oceânica nas Escolas, Economia Azul e Empreendedorismo e o Futuro do Oceano, este último explorando a pesca sustentável e o lixo no mar. Como uma forma de reconhecer mulheres inspiradoras e jovens promissoras no campo das Ciências do Mar, foi feito o lançamento da segunda edição do Prêmio Marta Vannucci para Mulheres na Ciência do Oceano.

O cinema também teve espaço na Marina Week. Foi realizada a Mostra Internacional de Cinema do Mar, com exibição de filmes internacionais selecionados no Ocean Film Festival World Tour — mostra surgida na Austrália, em 2015, e reconhecida como o principal festival internacional de cinema do mar. O cinema comentado foi um espaço onde séries e filmes nacionais sobre o oceano foram exibidos, com a presença de profissionais que comentaram as questões levantadas pelos participantes.

Um meeting sobre oceano para jornalistas, proposto pela Fundação Grupo Boticário, ofereceu insumos sobre o oceano para profissionais da imprensa lusófona ampliarem a cobertura jornalística sobre o tema. Também ocorreu um encontro com a participação dos maiores documentaristas sobre oceano no país, além de painéis temáticos sobre mergulho, vela, náutica e surf, que aproximaram a sociedade e os participantes de práticas esportivas ou recreativas no mar e evidenciaram seus aspectos lúdicos, artísticos e históricos. Os participantes tiveram ainda acesso ao Cais do Porto, um espaço de múltiplas atividades interativas e sensoriais, que foram o porto de partida da semana.

O evento também foi uma oportunidade para reforçar a importância do “Compromisso para o Futuro do Oceano” (catedraoceano.iea.usp.br). Lançado em 2021, o compromisso tem sido resultado da contribuição de diversos parceiros que estiveram presentes no evento trazendo mensagens inspiradoras, como Secretaria do Meio Ambiente de São Paulo, Embaixada da Noruega no Brasil, Unesco e Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente. Instituições como Repsol Sinopec Brasil, Sebrae, Petrobrás, Ocean Pact e Plastic Bank tornaram-se signatárias do compromisso e compartilharam suas ações e perspectivas em prol do oceano. O compromisso traz recomendações para a mobilização dos diferentes setores da sociedade pela sustentabilidade do oceano:

  1. Promover, disseminar e apoiar ações para a difusão da “Cultura Oceânica” a fim de chamar a atenção de todos para o Oceano e para o movimento em prol de sua sustentabilidade;
  2. Contribuir para a busca dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030, em especial do ODS 14;
  3. Colaborar para superar os desafios e atingir os objetivos e resultados esperados da Década do Oceano;
  4. Cooperar para o avanço do conhecimento sobre o Oceano, fortalecendo o papel da comunidade científica para melhor compreender e avaliar o ambiente, as relações ser humano-natureza, os impactos antrópicos e as soluções para promoção do uso sustentável do Oceano, por meio do incentivo à ciência, tecnologia e inovação;
  5. Contribuir para o desenvolvimento e implementação conjunta de instrumentos legais, políticas públicas e boas práticas com base científica para fortalecer a governança colaborativa e construir um futuro sustentável para o Oceano;
  6. Incentivar que dados e informações gerados acerca do Oceano sejam disponibilizados pública e livremente para que toda a sociedade tenha acesso e que, de forma compartilhada, soluções mais céleres e eficazes para problemas conhecidos possam ser implementadas;
  7. Desenvolver ou incentivar ações que busquem minimizar os impactos antrópicos negativos e que promovam uma economia sustentável no Oceano; e
  8. Fortalecer e garantir a inclusão de todas as vozes da sociedade, por exemplo, as comunidades tradicionais litorâneas, indígenas, quilombolas, tradições religiosas, jovens e mulheres, na construção coletiva e na implementação das soluções para promoção do Futuro do Oceano.

A Marina Week 2022 foi um grande desafio, mas também foi um importante marco para aproximar o oceano da sociedade para que esta possa efetivamente atuar como um agente da transformação rumo a um oceano sustentável. O seu sucesso em fortalecer a presença do oceano no imaginário e na vida das pessoas precisa ser agora ampliado. Que venha a Marina Week 2023.

Alexander Turra

Alexander Turra é professor do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo e Titular da Cátedra Unesco para a Sustentabilidade do Oceano.

Receba a nossa newsletter

enviaremos todas as informações em seu e-mail

Descubra mais...