Águas profundas do oceano estão aquecendo

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

Pesquisa recente produzida por cientistas do Brasil, Argentina e Estados Unidos mostra um aumento nas temperaturas de águas de regiões abissais do Atlântico Sul. Os dados, coletados ao longo do paralelo 34.5°S, apontam um aumento de 0,02 a 0,04 grau Celsius na temperatura entre o período de 2009-2019.

Os autores acreditam que uma das possíveis causas para esse aumento seria as mudanças climáticas associadas à atividade humana. Isso porque nesta região e profundidade passam as gélidas águas geradas no mar de Weddell, Antártica, e essas águas são frutos do contato direto entre oceano e atmosfera, então se os sensores apontam um aumento de temperatura nas regiões abissais quer dizer que a região de interação oceano-atmosfera está se alterando, muito provavelmente a quantidade de energia transferida da atmosfera para o oceano está aumentando.

Além de toda a importância científica da pesquisa, temos os impactos para nosso planeta como um todo. O clima global que depende da circulação oceânica e atmosférica se alteraria drasticamente ao longo de centenas, ou décadas, de anos. A reprodução de organismos também pode ser afetada, uma vez que ovos e larvas são muito mais sensíveis às condições, e mudanças, do ambiente, afirma o argentino Alberto Piola, da Universidade de Buenos Aires, e um dos autores do projeto.

Essas e muitas outras mudanças podem ocorrer se não alterarmos nossos estilos de vida ao longo dos próximos anos, podemos chegar ao ponto onde essas alterações já farão parte do nosso cotidiano, e muito provavelmente iremos ter grandes dificuldades em lidar com as mesmas.

Comentários

Receba a nossa newsletter

enviaremos todas as informações em seu e-mail

Descubra mais...